Recent Posts

.
.
.

11 de jul de 2011

As 6 Principais Razões Que Levam os Profissionais a Mudar de Área

imageA consultora em carreira Kathy Caprino diz que é cada vez mais comum se deparar com profissionais dispostos a mudar de profissão. Segundo ela, isso pode acontecer nos mais variados momentos, mas, na maior parte dos casos, ocorre exatamente quando as pessoas começam a ter sucesso.

Isso acontece, de acordo com Kathy, porque os profissionais sentem que perderam componentes vitais que transformavam seu trabalho em algo prazeroso. “Eu, pessoalmente, vivi essa experiência quando eu me aproximei dos 40 anos”, conta a especialista. Os sinais, segundo ela, foram uma sensação de cansaço, falta de vontade de trabalhar e dificuldade para equilibrar vida pessoal e profissional. “E eu me senti completamente sem engajamento com a carreira que eu gastei 18 anos para construir dentro de uma empresa”, acrescenta.

A seguir, a especialista mostra as seis principais reclamações que têm levado as pessoas a se desmotivarem com o trabalho e buscarem mudanças na carreira:

1.      Equilíbrio: a impossibilidade de equilibrar vida pessoal e profissional
2.      Dinheiro: o salário e os benefícios não são suficientes para suprir necessidades
3.      Conhecimentos: as habilidades demandadas para o trabalho não são as ideais
4.      Respeito: a sensação crônica de não ser valorizado ou entendido
5.      Objetivo: percepção de que o trabalho representa algo pouco importante
6.      Esforço: é simplesmente muito difícil lidar com o dia-a-dia do trabalho

Em poucas palavras, elas (as pessoas) estão dizendo: eu não sei o que quero, mas sei que não é isso”, resume Kathy.

image

Antes de fazer a mudança, no entanto, é necessário se preparar para ela, aconselha a especialista. Com base nisso, ela mostra quais as dicas que costuma dar aos profissionais que a procuram em busca de uma transição profissional:

Dica 1 – Dedique-se a algo que você realmente gosta
A consultora destaca que sentir-se totalmente satisfeito com o trabalho é algo que requer uma dose de esforço. “Você deve trabalhar nisso”, cita, acrescentando: “Como? Primeiro, descubra qual a coisa mais importante no mundo para você.” As respostas variam e podem ser desde ‘ser um bom pai’ ou ‘um excelente empresário’ até ‘conseguir ajudar aos outros’.

A partir dessa descoberta, as pessoas devem ficar comprometidas com essa prioridade individual para estabelecer suas metas profissionais e deixar de lado coisas desnecessárias.

Dica 2 – Refine seu foco
“Você sabe exatamente quais talentos e conhecimentos são fáceis e naturais para você e que dariam sentido a seu trabalho? Você sabe que tipo de tarefa seria ideal? Você está alinhado com seus valores e objetivos de vida?”, questiona Kathy.

Ela explica que as pessoas precisam responder a essas questões, de forma bastante clara, antes de tomar qualquer decisão de mudança na carreira. “Por quê? Pelo motivo de que se você não entender quem é e o que quer, pode fazer uma transição baseada nas razões erradas, e uma nova carreira pode desaponta-lo novamente”, afirma.

Dica 3 – Encontre a coragem para fazer mudanças
A consultora conta que nos oito anos de carreira como consultora deparou-se com centenas de profissionais completamente desapontados com seu trabalho, mas que não fazem nada de concreto para reverter essa situação. E o motivo, segundo Kathy, é que as pessoas tendem a ficar paralisadas diante do que consideram muito difícil de mudar.

Para fazer uma mudança radical é necessário ter em mente que as pessoas precisam fazer algo concreto para não repetir os mesmos erros anteriores, ou “sua vida e sua carreira não irão mudar”. Mas isso exige, acima de tudo, bastante coragem para encarar o novo e enfrentar barreiras.

Fonte: Olhar Digital

Comments
5 Comments