Recent Posts

.
.
.

17 de out de 2011

A Fronteira Necessária: O Homem e o Artista [Por Soba L]

image
Este é um daqueles conselhos grátis do Soba L que deves mesmo acata-lo.
Nós devemos sempre manter uma fronteira necessária em relação aos nossos ídolos. os nossos ídolos são tão imperfeitos como nós e quando quebras essa barreira inevitavelmente acabas por perder o fascínio, admiração e ate mesmo o respeito, como sabes nos fazemos aquele culto de imagem perfeita, personalidade irrepreensível e carácter íntegro dos nossos ídolos e muita das vezes depois descobrimos que eles são diametralmente opostos daquilo que pregam, cantam, escrevem e pintam e ai tu acabas por perder todo aquele fascínio, por isso devemos manter em relação aos nossos ídolos apenas uma relação cordial, equidistante e limitada aos seus trabalhos que culminam no máximo com um autografo, abraço ou aperto de mão, agora quando pedes o número de telefone, endereço e coisas do gênero estragas tudo.

Eu quero que saibas que os artistas são a espécie mais mentirosa da raça humana, eles criam uma arte que é uma ficção que acaba por absolver os seus fãs mas eles vivem uma vida substancialmente diferente daquilo que aconselham e oferecem, aos seus fãs, todos rappers que maldizem o amor nas suas músicas normalmente são casados e com famílias constituídas, mas nas suas músicas incentivam o fãs a maldizer o amor e a maltratar as mulheres, acontece o mesmo com os escritores, escultores, pintores e etc, ele desenha uma revolução ajuda o fã a fazer esse culto da revolução e felicita-te por essas acções mais ele não faz isso, Madonas, Lady Gagas, 50 Cents e todos outros têm duas vidas, a do homem e a do artista, e é isso que tens de aprender a separar, a diferença entre o homem e o artista, a arte é ficção, vais acabar drogado por um artista que nunca consumiu álcool, fica atento, Lady Gaga não é prostituta aquilo é a arte dela tu sim vais acabar no caminho errado por não descobrires cedo que a arte é ficção, respeita e consome a arte dos seus ídolos mas não te esqueças de ti, vive a sua vida de forma singular...

Comments
0 Comments